Fröhlich cria jardim sensorial para público interno

Investir no bem-estar de seus colaboradores. Este foi o propósito da Fröhlich ao criar em sua sede, em Ivoti, um jardim sensorial, área especialmente ambientada para descanso e contemplação de seu público interno. Projetado pelo paisagista Maiquel Scherer, o espaço inspirado em jardins orientais e franceses possui 65 m², e conta com deck de madeira, lago artificial com carpas, plantas aromáticas e bancos de madeira estrategicamente localizados sob a sombra de araucárias. O principal dos quatro nichos do ambiente é o espaço zen, inspirado nos jardins japoneses, com pedriscos brancos que podem ser manuseados e desenhados com ancinhos de madeira.

“Acreditamos que o convívio com a natureza através da criação de jardins contribui para melhorar a qualidade de vida de seus usuários, auxiliando na comunicação e nas relações interpessoais, despertando sensações positivas e propiciando momentos de reflexão, confraternização e harmonia”, destaca a diretora de Gestão Patrimonial da Fröhlich, Sabrina Fröhlich. O jardim também abriga um obelisco em homenagem aos 60 anos da Fröhlich comemorados em 2015, destacando os quatro elementos da natureza e trazendo ilustrações em suas quatro faces que marcam a história da empresa. O Obelisco foi criado e executado pelo artista plástico gaúcho Ricardo Blauth.